Skip to content

Candidaturas Seminário Mais Crítica: Divulgação dos resultados

14 Jul 2012

Após a análise das candidaturas apresentadas estamos finalmente em condições de divulgar o nome dos candidatos seleccionados. Para além da capacidade expressa nos textos críticos de problematizar uma visão singular e de articulá-la com o objecto analisado e com conhecimentos partilhados, foi também considerado como forte critério de selecção a capacidade do candidato em definir a sua posição em relação ao trabalho proposto no anúncio do seminário Mais Crítica, assim como em relação à prática e à função da crítica em geral e, em particular, em relação à crítica das artes performativas no nosso país. Foi feita também uma aposta nos candidatos cujas valências profissionais, académicas e pessoais expressas nas candidaturas confiamos estarem à altura de encetar um processo de abertura conjunta de espaços concretos para o exercício e para a visibilidade da crítica e, desta forma, contribuir, não só para o desenvolvimento das artes performativas em Portugal, mas para uma consciencialização progressiva da importância destas no nosso tecido social.

Os candidatos seleccionados são, por ordem alfabética: Alexandra Balona, Ana Bigotte Vieira, Ana Dinger, Jelena Novak, Marta Brito e Rita Xavier Monteiro.

Alexandra Balona. Doutoranda na European Graduated School, com o tema Arquitectura e Performatividade (2009-). Pós-graduada em Teoria de Arte Contemporânea (Escola das Artes – UCP, 2007). Licenciada em Arquitectura (FAUP, 2001). Formação complementar em dança contemporânea com coreógrafos nacionais e estrangeiros. Colaboração em gabinetes de arquitectura portugueses e suíços (2001-2009). Publicações no âmbito das artes performativas, artes visuais e arquitectura.

Ana Bigotte Vieira. Doutoranda em Estudos Artísticos, Visiting Scholar em Performance Studies na NYU-TISCH (2009-12). Estudou História Moderna e Contemporânea no ISCTE. Pós-graduação em Cultura Contemporânea (UNL-FCSH). Interessa-se por Performance Studies, História Cultural e Dramaturgia tendo já escrito para várias revistas académicas e publicações online. Dramaturgista e investigadora, trabalhou com Gonçalo Amorim, Miguel Castro Caldas, Bruno Bravo e Manuel Henriques. Traduziu Mark Ravenhill, Annibale Ruccello, Spiro Scimone, Luigi Pirandello, Maurizzio Lazzarato e Giorgio Agamben. Integra o grupo de investigação de Teoria e Estética das Artes Performativas do Centro de Estudos de Teatro.

Ana Dinger. Doutoranda em Estudos de Cultura pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica e investigadora integrada no CECC (Centro de Estudos de Comunicação e Cultura). Licenciada em Artes Plásticas / Escultura pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e com Pós-Graduação em Arte Contemporânea (FCSH – UCP), frequentou a Escola Superior de Dança (2003/2004) e o Curso de Pesquisa e Criação Coreográfica do ForumDança (edição de 2003 no Porto). A investigação que desenvolve reflecte um percurso que oscila entre a teoria e a prática e as artes visuais e performativas, centrando-se na problematização de estratégias de perpetuação de trabalhos artísticos de cariz performativo.

Jelena Novak. Doutoranda na Amsterdam School for Cultural Analysis (ASCA), a sua área de investigação é, actualmente, a voz, corporalidade e os novos media na pós-ópera. Trabalha como musicóloga, teórica de arte e media, investigadora e dramaturgista. É co-fundadora da CHINCH, iniciativa para a investigação e produção de música, performance e artes visuais contemporâneas, em Belgrado; é colaboradora do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), da Universidade Nova de Lisboa; e colabora também com a revista Walking Theory (Belgrado). Publicou Wild Analysis (2004), Opera in the Age of Media (2007) e Women and Music in Serbia (2011, co-autora). Tem artigos publicados em revistas como: Studies in Music Theatre, Music, Sound and Moving Image, Maska, Walking Theory, New Sound, Teatron, entre outras.

Marta Brito. Licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em 2009. No ano lectivo de 2008/2009 foi bolseira Erasmus na Université Paris 8 — Vincennes Saint-Dennis. Em 2011 completou a pós-graduação em Ciências da Comunicação — Cinema e Televisão. Trabalhou como assistente de Ricardo Aibéo (O Encontro, 2009), Lígia Soares (La Famiglia, 2012) e Andresa Soares (Problema Técnico, 2012). Escreveu crítica de cinema para a edição portuguesa do jornal Le Monde Diplomatique.

Rita Xavier Monteiro. Mestre em Estudos Artísticos pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, 2011, e licenciada em Filosofia (FLUP). É professora assistente convidada de Estética na ESE | IPP. Faz parte dos seguintes grupos de investigação: Estética Política e Artes (IF/UP); Sintoma | performance, investigação, experimentação (FBAUP); Educação Estética e Formação de Públicos para a Arte Contemporânea (InEd/IPP), Práticas Profissionais em Contextos Culturais (InEd/IPP). Participou na produção e crítica de festivais de artes performativas.

+++

 Aos seleccionados, as nossas felicitações. Aos que não irão integrar este grupo de trabalho, desejamos o melhor para a continuação do vosso percurso pessoal e profissional e muito obrigado pelo vosso interesse no Mais Crítica. A todos: esperamos que nos acompanhem de forma activa através do blogue e que nos possamos encontrar nas conversas e conferências abertas ao público em geral.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Paula Freitas permalink
    14 Jul 2012 10:26

    Parabens aos seleccionados. Bom trabalho. Paula Freitas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: